quarta-feira, 3 de junho de 2015

Ventos da saudade de Gramado.

Tarde fria, aliás há dias que a temperatura despencou em São Paulo, já na minha cidade do coração Gamado, o frio despenca em  velocidade violenta que fica difícil de acreditar, estou longe mas graças a tecnologia de câmeras ao vivo, meus sentidos se acalmam por minutinhos que estou a olhá-las. Frio da saudade daquele cantinho serrano que me habita.
Porém ainda prefiro lá, embora sou uma gaúcha ás avessas, não gosto tanto de churrasco e do frio em demasia que se espalha ao longo da região sul tão castigada pelos ventos gelados do outono/inverno.
Gramado se assemelha  á Toscana em clima, costumes rurais e o  modo do bem viver, selo que a regiões da Itália possuem ( para se conseguir devem as cidades cumprirem 55 metas), ainda bem que não temos o vento mistral de tão violento, diz o adágio popular, pode  arrancarem orelhas de burros.
Gramado possuie o vento minuano se espalha nas regiões do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.
Em quanto não curto a temporada de inverno  na serra gaúcha, mato saudades pela web e nas fotografias, contudo a friaca de São Paulo me acompanha.
Amei sua visita, volte sempre.


Fiquei um período bem grande em Gramado, e tive oportunidade de presenciar e se emocionar com a neve, embora tenha uma animação na fotografia de neve, a do chão foi real.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...