sexta-feira, 6 de maio de 2016

Além dos limites do jardim

Quarta-feira - 23 h, vou até a lateral do jardim, do vizinho, está  em um arbusto sem graça, meio desengonçado na forma de bálsamo, conheço a espécie costumeira de São Paulo - folhas compridas e  formato de touceira.
Seu uso me conduzem aos braços de Morfeu, segundo mitologia grega é o Deus que lhe proporciona sono tranquilo e bons sonhos, na verdade pesquisando é seu pai que conduzem os mortais ao sono, forma errônea de qualificá-lo, logo abaixo deixo o site da reportagem e a visão da Sonia Darthou mestre de conferências na Universidade de Évry, autora de Os deuses do Olimpo.
Estes nesses últimos anos, o famoso Deus do Sono  me abandonou e para se redimir, transformou-se e materializou em natureza, para ser mais exata nesta plantinha sem graça, porém com efeitos poderosos  para induzir ao sono relaxante.
Depois de adotar várias estratégias para conseguir dormir melhor e sem alcançar êxito, finalmente a encontrei e na forma de chá  poderoso e com sucesso.
Abraços a todos e abençoado quem tem sonos regulares e repousantes.


Cidrão bem comum na região sul, planta que possui efeitos benéficos para problemas de insônia, resfriados e digestivos.

"Na época moderna, Morfeu foi associado à papoula, uma planta com poderes de sonífero. Na pintura, ele é retratado volitando, enchendo a terra de pétalas de papoula para adormecer os mortais a mando dos deuses. Mas, se nos remetermos à mitologia, veremos que “cair em seus braços” não é apenas adormecer: é mergulhar profundamente num outro mundo para se entregar ao deus das quimeras noturnas e dos sonhos proféticos, pois, com uma batida de asas, Morfeu dá “forma” aos sonhos dos homens. A palavra “morfina” vem também daí. Esse poderoso alcaloide de ópio, extraído da papoula, atenua a dor, mas seus efeitos alucinógenos foram denunciados por pacientes cujo quarto de hospital era invadido por várias formas, algumas delas ameaçadoras, rabugentas e misteriosas. Como se Morfeu escolhesse de novo se manifestar para os homens."
Fonte
http://www2.uol.com.br/historiaviva/reportagens/morfeu_historia_palavras_mitologia_grega.html
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...