domingo, 16 de outubro de 2016

Driblar a insônia em noite de ventos ruidosos

Durante boa parte da noite, ventos sopraram ruidosos anunciaram a chegada da chuva, mais calma de intensidade constante. Gramado está localizado a altitude de 830 metros e está situado na região das Hortênsias no estado do Rio Grande do Sul e, por isso as mudanças de ventos são costumeiros, traço peculiar de país  tropical como o nosso.
Na casa se ouvem diferentes intensidades dos ruídos das lufadas. Há quem não gosta  de ventos, bem contrária a este sentimento, sinto-me calma e gosto do mau humor atmosférico.
Ausências de sons diurnos clareiam pensamentos e produzem satisfações; abrem caminhos repletos de pensamentos, desejos e imaginação.
A insônia que me ronda constantemente, aprendi a driblar e espera pelo sono desejado, se bem que há períodos mais longos ultimamente, no meu caso pela ansiedade que me é peculiar.
A máxima  afamada " do limão se faz a limonada", já a tenho, nesta adaptação de aceitar, contudo não significa que  gosto, embora tenho esse recurso gratificante de consolação.
Obrigada pela presença e abraços com cheirinhos de canela.
PS: Pouca coisa se alterou agora que estou em São Paulo, acrescente-se ainda, sensação de tristeza longe do sol, primavera e liberdade da serra.

Rejane Menezes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...